Rosemeire dos Santos Silva


Sou uma amadora que deixo evidenciar a Poesia como um alento para Alma, as palavras me conduzem e cintilam em poesias.

Sou Rosemeire dos Santos Silva, nascida em Bauru SP, sou funcionária pública na área da educação, estou graduando-me em Letras Português e Espanhol, participei de algumas antologias em Bauru faço parte do Grupo Expressão Poética.

Coração Poético
No coração do poeta
encontra-se compartimentos,
quem saberá o que ali tem?
Segredos à setes chaves
emoções e paixões
Bem guardadas.
O coração do poeta
tem palavras e poesias
versos, rimas e melodias.
Tem sonhos
tem lua e estrelas
tem canções e desatinos.
Tem solidão
tem lágrimas
tem dores.
Tem risos e devaneios
tem voos muito distantes
tem amores estonteantes.
Em seu caminho
tem flores e também espinhos
tem bom senso e insensatez.


O poeta é um pássaro
sem pouso,
sem lugar para repouso.
É um forasteiro
que vive a busca de alguma coisa,
Ora alegre ora triste.
Caminha entre as nuvens
nos desertos dessa vida
seus oásis é poesia.
Caminha pelos campos
pelos bares e avenidas
se encontra em cada esquina,
e se perde no luar.
Ele sente cheiro da lua
reflete a luz do sol
"escuta a cor dos passarinhos"
se entrega as paixões.
É um louco pela vida,
fica horas olhando o nada
brinca com as palavras
aprecia as madrugadas. 

Mulheres
Ao apaixonar se tome cuidado!
Com as mulheres que leem
Ah, essas são um perigo!
Ao apaixonar se tome cuidado!
As mulheres que amam a literatura
São intensas e donas de si mesma
Ao apaixonar se tome cuidado!
Com as mulheres que escrevem e
rabiscam essas são absurdamente
perigosíssimas.
As mulheres que escrevem
São as que voam é vão além 
São pássaros fora das gaiolas.