Perdão

02/06/2021

Rasga o peito
Sangra forte,
Fugir dela é inevitável.
É mais cruel que a morte
Uma dor incontrolável
Literalmente um punhal
Sangrando o coração

Ser humano algum aguenta

A tal dor da traição
Pra quem ama de verdade.
Ferido tenta entender
Será que é realidade.
Um simples vácuo no tempo
Ou um espaço vazio
Na vida de quem ama tanto!
Não deveria existir
Não fora apenas paixão,
Sangrando o corpo e a alma
Pela dor da traição...
- Ainda existe perdão!

Leny Alves